Image Map

Criadores de cavalos de SC já podem obter Guia de Trânsito Animal via internet em Lages

por Ludvich 0

g

João Rodrigues – Imprensa

Nesta última quinta-feira( 13), a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca lançou a Guia de Trânsito Animal via Internet (e-GTA) para equinos. A ferramenta permitirá que criadores de cavalos obtenham de forma on-line a autorização para transportar animais. Até então, eles precisavam ir até a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) para conseguir o documento. A guia virtual está disponível no site do órgão, juntamente com as guias para bovinos, suínos e ovinos.

O evento aconteceu na sede do Movimento de Tradições Gaúchas (MTG), em Lages. “A internet está cada vez mais presente na vida das pessoas, e ela permitirá que um processo que exigia deslocamento e enfrentamento de filas seja feita em alguns minutos”, disse o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues.

Atualmente, Santa Catarina tem 107 mil cavalos cadastrados. Cerca de 30 mil deles estão na região serrana. “O número de rodeios e exposições vem aumentando, e a nova ferramenta irá desburocratizar o cadastro dos animais”, disse o secretário de Desenvolvimento Regional de Lages, Gabriel Ribeiro.

O lageano Aldori Gomes foi o primeiro criador de equinos catarinense a utilizar a guia, e com o auxílio de um projetor, demonstrou aos presentes o passo a passo do sistema. O presidente da Cidasc, Enori Barbieri, falou sobre a funcionalidade da guia virtual, mas ressaltou que os escritórios espalhados pelo Estado estão à disposição para prestar auxílio a quem tiver dificuldades.

O que é a Guia de Trânsito Animal

A Guia de Trânsito Animal (GTA) é o documento oficial utilizado no Brasil para a movimentação de animais vivos (exceto cães e gatos), ovos férteis e outros materiais de multiplicação. A guia on-line para bovinos, suínos e ovinos está disponível no site da Cidasc desde fevereiro do ano passado. Agora, a plataforma para equinos será inserida no portal.

Na Guia, estão contidas informações sobre a origem e o destino, bem como a finalidade do transporte animal. Cada espécie possui uma norma específica para a emissão da guia de trânsito, que é feita mediante o cumprimento de condições sanitárias. O documento eletrônico possui dados sobre a carga a ser movimentada, tais como espécie, origem, destino, quantidade por sexo e faixa etária, finalidade do trânsito, identificação do emitente e do local de emissão e datas de emissão e validade.

Comente isto!