Image Map

Morre o lendário goleiro que defendeu o Metropol na decisão que deu ao Inter de Lages o estadual de 1965

por Ludvich 1

unnamedPor Inter de Lages – Imprensa

O último voo de Rubão

O futebol catarinense perdeu neste sexta-feira um dos maiores goleiros de sua história. Rubens Ignácio Vicência não resistiu aos problemas de saúde que o levaram a ser internado em Criciúma, cidade em que viveu alguns de suas maiores glórias, e morreu aos 74 anos.

Rubão, como também era carinhosamente chamado, foi sete vezes campeão catarinense. Cinco dos títulos ele conquistou pelo Metropol, a lendária equipe de Criciúma que dominou o futebol do estado naquele período. E foi nessa época de auge que Rubão entrou para a história do Internacional de Lages.

Era Rubens o goleiro do Metropol no dia 27 de março de 1966, quando o alviverde criciumense enfrentou o Colorado Lageano pela decisão do estadual de 1965. Rubão já era tricampeão catarinense, mas, naquela tarde, em Lages, foi batido duas vezes por Anacleto. O ponta-esquerda colorado, hoje vice-presidente do clube lageano, foi o herói da decisão que acabou com vitória do Inter por 2 a 1. É o maior título do clube até hoje.

Mesmo com uma conhecida dificuldade para manter o peso, Rubão tinha na agilidade uma de suas principais características. Depois de deixar o Metropol, em 1969, ele defendeu Grêmio, Atlético Paranaense, Avaí (pelo qual conquistou mais dois estaduais) e Marcílio Dias.

O Inter de Lages lamenta a perda de uma figura maiúscula do futebol catarinense, pelo qual a torcida colorada sempre teve respeito e admiração. O clube manifesta seu pesar aos familiares, amigos e admiradores de Rubão.

Comments (1)

  1. Hoje faz 16 anos que o cantor e compositor Tim Maia nos deixou. Entre seus sucessos estão “Azul da cor do mar”, “Não quero dinheiro”, “Réu confesso” e “Do Leme ao Pontal”, aqui na gravação do próprio autor.

Comente isto!